fbpx

Tríade do Crescimento Pessoal

Neste texto, me proponho a levar o leitor a fazer algumas reflexões sobre sua trajetória de crescimento pessoal. E quando falo em crescimento, me refiro ao seu intelecto e as suas competências. Ao que chamam hoje de hard skills e soft skills. Portanto, começo trazendo três perguntas provocativas e reflexivas para te ajudar no processo inicial para autoanálise de crescimento.

Eu as chamo de Tríade do Crescimento Pessoal.

  1. Você tem algum plano de evolução pessoal?
  2. Fez sua autoanálise de crescimento no último ano?
  3. E dos últimos 5 anos, já fez?

Se você responder “não” para duas dessas perguntas, recomendo reveja a forma como olha para o seu futuro.


Tríade do Crescimento Pessoal – Ciclo de evolução

Ao tratarmos de evolução pessoal, a questão é ampla e não se restringe a cursos técnicos ou diplomas acadêmicos. Estes dois pontos são importantes, mas evoluir como pessoa não se resume a isso. Um diploma, por mais especial que seja, sem aprendizado, não serve para nada. Em pouco tempo vai se tornar uma armadilha que poderá te derrubar, simplesmente pelo excesso de confiança e ego. Evoluir é aprender com os erros e aproveitar os ensinamentos que a vida te proporciona. Precisamos ter humildade para entender quando e onde erramos e evitar que as mesmas situações voltem a acontecer.

A vida e seus ensinamentos constituem a mais eficiente escola que uma pessoa pode ter para seu aprendizado prático, portanto, não desperdice um dia sequer.

Voltando à Tríade do Crescimento, quero te mostrar o quão ricas podem ser as respostas a estas três questões tão básicas.

Evolução Pessoal
Você tem algum plano de evolução pessoal?

Ter um plano de evolução pessoal é definir metas que vão ao encontro dos seus objetivos de crescimento que, no conceito da Tríade do Crescimento Pessoal, é o acumulo de conhecimento durante um certo período. E você pode até me contrapor, pensando que o crescimento também pode ser medido pelo quanto uma pessoa acumulou em bens e riquezas. Mas eu disse “evolução pessoal”, não de seu patrimônio. Crescimento tem a ver com conhecimento, evolução como ser humano. Para o conceito que desejo te passar neste texto, crescimento tem a ver com conhecimento. Para essa outra questão, vamos tratar como sucesso e ai, sim, pode ter ligação com os ganhos financeiros e o acúmulo de bens. No entanto, sucesso é algo subjetivo e pessoal. O que é sucesso para mim, pode não ser para você e vice-versa. Neste caso, o importante aqui é o crescimento como ser humano. O resto será consequência de suas ações e evolução pessoal.

Outro ponto de extrema importância é saber aonde estamos no momento. Para que se possa traçar a rota para o destino que se deseja alcançar, temos que saber aonde estamos. Assim como em um GPS, que calcula a rota para chegar a algum lugar e tem por base a localização atual, para definir metas, você precisa saber aonde está (ponto atual) e aonde deseja chegar (objetivos), além de avaliar as etapas neste percurso (metas). Isso é primordial!

Metas de curto prazo
Fez sua autoanálise de crescimento no último ano?

É preciso mensurar esse crescimento pessoal, fato! Uma das melhores formas é por meio de uma autoavaliação do que definimos como metas e objetivos, buscando entender se aquilo que foi planejado se concretizou no tempo definido. É ai que se sabe o quanto estamos crescendo e se estamos dentro do planejado.

A escolha do período de um ano, para trabalhar o curto prazo, se dá pelo seu simbolismo e por servir de referência no calendário. Pois, no período de 12 meses, é possível alcançar diversas metas menores. E, sendo várias, que podem estar correlacionadas, essas metas menores podem realizar transformações significativas na sua vida.

Então, mesmo parecendo algo muito clichê e similar às promessas de final de ano, trabalhe sua mente para entender o valor que essas conquistas trarão para sua vida. Faça planos e trace objetivos alcançáveis. Se desafie, evite estabelecer objetivos muito fáceis, se não perde o sentido. No entanto, definir objetivos inalcançáveis também não vai funcionar e ainda vai te desmotivar. Não espere por momentos específicos para começar, tais como a segunda-feira, o dia primeiro, a ano novo, ou qualquer outra condição temporal ou não, que te atrase. Não postergue, comece assim que tiver a clareza necessária e o plano definido sobre aquilo que quer alcançar.

O médio/longo prazo vai te proporcionar segurança
E dos últimos 5 anos, já fez?

Adquirir o hábito de realizar objetivos que levarão mais tempo para se concretizar, vai gerar perseverança, persistência e cadência na sua vida. Além de ajudar a desenvolver a paciência. Após a conclusão dos primeiros passos, sua segurança aumenta, pois os efeitos gerados pelas conquistas intermediárias serão “viciantes” e te mostrarão que a materialização daquele sonho é possível e, consequentemente, alimentar a vontade de prosseguir naquela direção.

Para que você tenha uma noção de como está sua a Tríade de Crescimento Pessoal, disponibilizei na seção de Autoanálises aqui do site, um questionário com 12 perguntas simples e um diagnóstico final, para te ajudar a entender qual o seu estado atual e, caso necessário, como você poderá melhorar neste aspecto. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.